A Grande Loja Unida da Inglaterra, fundada, de acordo com seu próprio site, em 1717 ( e formada, segundo dados do mesmo site oficial, de sete mil lojas e 175.000 membros), emitiu uma mensagem de condolências pela morte da rainha Elizabeth II da Inglaterra, a “soberana britânica que mais tempo reinou”.

Na mensagem, mencionam-se os parentes da rainha que foram ou são maçons, alguns tendo alcançado, em suas respectivas lojas, a mais alta magistratura: o seu pai, finado Rei Jorge VI; seu marido, o Duque de Edimburgo; seu primo, o Duque de Kent, é Grão-Mestre da Grande Loja Unida da Inglaterra desde 1967; e outro primo seu, o Príncipe Michael de Kent, é Grão-Mestre da Grande Loja dos Mestres Maçons da Marca na Inglaterra e País de Gales desde 1982.

https://www.religionenlibertad.com/blog/845678794/Era-masona-la-Reina-de-Inglaterra.html